Sou o ladrão dos seus sonhos

Aquele que ronda as bordas do seu coração

Romper o silêncio dos olhares

Será como travar uma batalha com um leão

Inundar minha boca dos beijos

Ainda é apenas um dos devaneios

Tão distante, tão perto…

Logo eu mero mortal de segunda a sexta-feira, horário comercial…

No alto do seu salto fino, scarpin

Apenas observo das mais longínquas colinas…

 

Mateus H.

 

 

Anúncios