Ontem a noite caíram dois anjos

Foram depostos de lá por ego alheio

Ofuscaram as outras belezas

Ameaçaram subir além da perfeição

Não por ambição

São inocentes

Porém, sem querer inconvenientes

Pobres anjos caídos agora

Do alto vieram

Foram expulsos

Coitados…

Só restam deles as cinzas do que eram

Sem luz, sem beleza, sem nada…

Agora apenas anjos caídos

 

Mateus H.

Anúncios