As letras não me ajudam

Não se organizam em palavras

Dispersos em pensamentos

A ausência rouba minha atenção

Tenho tido devaneios, sonhos…

Da nossa última noite

Lembro como num filme preto e branco

Parece que tenho suas mãos sobre meu rosto

Ainda inspiro o perfume amadeirado que costumava usar

Tudo parece tão recente

Mas anos se passaram

E de propósito requerem minha saudade

Então escrevo reflorescendo meu sentimento em cada verso

Nesse dia lindo de primavera

Igual você…

 

Mateus H.

Anúncios