Sobre duas rodas acelero

Cotidiano agitado

Dentre curvas, freadas, buzinadas

Com a vida sinuosa

Atravesso o Caos urbano

Esgueirando dentre os veículos no transito

Passo por semáforos que atrasam

As vezes cruzo na contra mão

Ultrapassando os limites da máquina, mente e coração …

Às 18 saio da obrigação

Corro de rumo ao lar longínquo

O amor, felicidade, emoção

Duas rodas que rodam a cidade

Sobre duas rodas, está minha vida

Sobre elas está minha paixão

Sobre o asfalto irregular

Elas giram e giram

 

Mateus H.

 

 

Anúncios