Insinuo o meu desejo com a distância

Estendo o pensamento ao seu templo

Como estaria ?

Sinto não minhas mãos …

Mas a suas, sobre o meu prazer

Vão de encontro

Fazer e satisfazer

Até esquecer de quem realmente sou

Objeto de autoprazer

Na mente, um fomento das minhas vontades

No corpo o pulsar do desejo

Resulta nesse ato

Querendo você … Querendo prazer …

 

Mateus H.

Anúncios